Portal do Electrodom�stico
Pesquisar no Portal

Siga-nos


Newsletter

Inscreva-se!


 

 

  
Confirmar

Nós valorizamos a sua privacidade. Nós nunca iremos alugar, vender, ou usar o endereço de email para outra coisa senão os serviços que você pedir especificamente.


AdSense


 

Placa de indução ou vitrocerâmica?

 

Qual é a diferença?

É certo que as placas de indução são mais dispendiosas do que as vitrocerâmicas convencionais, porém as vantagens que apresentam são maiores. A razão fundamental deste maior custo é pela indução ser um produto tecnicamente muito mais completo, e também por ser uma tecnologia mais moderna. Em relação ao custo, há que advertir que segundo alguns estudos, em dois anos, simplesmente pela poupança de eletricidade gerada, esse maior preço da placa de indução poderá ser amortizado.
Para além do seu uso ser mais económico (e, portanto, mais eficiente e ecológico), a indução apresenta muitas outras vantagens. Entre muitas das vantagens da indução, destaca-se a rapidez: aquecendo um copo de água numa placa de indução, esta ação pode ser mais rápida do que se fosse feita num microondas. Outras vantagens desta tecnologia são a segurança, ou seja, ter na cozinha uma superficie que alcança apenas uma fração de temperatura que se alcança numa placa convencional, pelo que os líquidos derramados não se queimam e tem maior facilidade em termos de limpeza.
Uma diferença entre a placa vitrocerâmica e a de indução é a importância, no caso das últimas, dos recipientes adequados de cozinha com uma base ferromagnética. Nas placas de indução o calor é gerado por um campo magnético criado quando a base do recipiente ferromagnético fecha o campo.
Cortesia: Bosch

Porque é que se diz que as placas de indução são mais seguras que as placas vitrocerâmicas convencionais?

As placas de indução vêm equipadas com uma série de sensores que previnem possíveis danos e avarias nos seus componentes. A placa desliga-se automaticamente se detetar que passou muito tempo desde a última utilização. O tempo dependerá da potência selecionada. Por exemplo, a potência máxima desligar-se-á ao fim de uma hora, enquanto que a potência miníma se desligaria apenas ao fim de 10 horas.
A placa também vem equipada com um sensor antitransbordamento, de maneira que, se detetar que houve um transbordamento de líquidos sobre a zona dos seus sensores, a placa desligar-se-á automaticamente emitindo um sinal acústico. Para além disso, estas placas também vão equipadas com sensores de autoproteção por temperatura.
Estas placas são capazes de detetar a temperatura dos componentes eletrónicos e, em caso de sobreaquecimento (por exemplo, um som da placa sem recipiente), atuam desligando automaticamente a zona de cozedura. Por exemplo, se a temperatura é maior que 95º C, a placa baixa automaticamente a potência nas zonas dianteiras e, se ultrapassar os 100º C, a placa desliga-se.
Cortesia: Bosch

 


Adsense


Privacy Statement  |  Terms Of Use
Copyright 2009 by Portal do Electrodoméstico