Pesquisar no Portal

  

Newsletter

Inscreva-se!


 

 

  
Confirmar

Nós valorizamos a sua privacidade. Nós nunca iremos alugar, vender, ou usar o endereço de email para outra coisa senão os serviços que você pedir especificamente.


  

AdSense Texto - 300x600


  

 

Dicas para combater as alergias

 

 

Quando surgem as alergias...

Veja o que fazer para melhorar a qualidade de vida      

 

     Dica patrocinada por Polti
 
 
 

 

O que é uma alergia?

Uma alergia é uma resposta imunológica a uma determinada substância que se considera nociva para o próprio organismo, quando não o deveria ser. O nosso sistema imunológico possui uma memória prodigiosa, logo, assim que cataloga o inimigo, reage com rapidez a qualquer incursão que este realize, segregando anticorpos específicos. Esta hipersensibilidade define a alergia.

Que tipo de alergias existem?

Catalogam-se três tipos de alergias: respiratórias, alimentares e dermatológicas, segundo o sistema do organismo que afetam. As alergias respiratórias são as mais comuns, incluindo a febre dos fenos ou renite alérgica sazonal, a renite alérgica perene e a asma. De qualquer forma, não se pode fazer uma divisão clara já que, por exemplo, um mesmo alimento pode estar na origem de um eczema ou dermatite atópica num bebé e também provocar asma numa criança de 6 a 12 anos. Assim, as causas e os efeitos dos diferentes tipos de alergia estão muito interrelacionadas.


Quais são os sintomas mais comuns?

Na sua manifestação na pele: eczemas ou dermatite atópica (inflamação, rubor, ardor na boca e secura), edemas (inchaço por acumulação de água).
Na sua manifestação a nível digestivo: vómitos, diarreia, dor abdominal, etc.
SSobre o sistema respiratório: espirros, corrimento nasal, tosse e dificuldade respiratória.

Alergia e intolerância são o mesmo?

Não, mas podem confundir-se. Uma alergia é uma reação anormal do nosso sistema imunitário ao que ele considera como um "alérgeno". Uma intolerância é uma incapacidade do nosso organismo em absorver e metabolizar uma substância, sem a ação do sistema imunitário. Um exemplo clássico é o leite de vaca: pode-se ser alérgico a ele, especialmente às suas proteínas, ou pode-se ser intolerante, ou seja, não ter uma enzima que permite desdobrar um hidrato de carbono concreto, a lactose.

Como é que o stress influencia as alergias?

Está provado que o stress potencia a reação alérgica. Alguns autores atribuem este facto à maior emissão de adrenalina, que diminui a irrigação sanguínea no sistema digestivo, reduzindo a capacidade de digestão dos diversos alimentos.

É verdade que o número de alergias tem aumentado porque hoje em dia existe mais higiene?

Este argumento é defendido pela corrente higienista moderna, que diz que quanto mais protecção e cuidado se tem em relação aos parasitas e germes, mais aumentam os casos de reações alérgicas. Por exemplo, havia menos crianças alérgicas aos animais quando viviam nas quintas, em contato direto com eles. Contudo, outros especialistas apontam como fatores causais: as mudanças nos hábitos de consumo, a introdução de novos alimentos, o uso de corantes e conservantes e, ainda, as consequências da cada vez maior contaminação do meio ambiente.

Existe apenas a alergia ao pólen?

Não, entre os outros alérgenos responsáveis por uma manifestação alérgica, encontram-se o pó, os fungos, o mofo, as fezes das baratas, os pêlos, penas e escamas de animais, além do tabaco, da poluição e o consumo de certos alimentos.

As alergias estão relacionadas com a asma?

De facto, quase todos os casos de asma têm uma origem alérgica. Podem provocá-la os mesmos alergenos relacionados com a renite alérgica, como os ácaros do pó ou o pólen. Geralmente, têm início na infância, a partir dos 6 anos de idade.

Tenho sempre pingo no nariz, pode tratar-se de uma alergia?

Poderia tratar-se de uma renite alérgica perene, não relacionada com a primavera ou o verão, como ocorre com a febre dos fenos. De qualquer forma, só um especialista pode fazer um diagnóstico correto com os testes cutâneos necessários. Consulte o seu médico.

É verdade que as alergias alimentares podem desencadear a asma ou a febre dos fenos?

Assim foi provado em numerosos estudos que identificaram as alergias alimentares como fatores desencadeantes da asma ou da febre dos fenos. Os aditivos alimentares também podem desencadear crises alérgicas.

Fonte: Saúde Atual

Eletrodomésticos que ajudam a combater as alergias
 
 

Os ácaros e as alergias

 
O ácaro é minúsculo, vive no pó, prefere os ambientes quentes e húmidos, nutre-se de escamas e secreções da pele humana e animal.
O ácaro é o maior responsável pelos distúrbios alérgicos como renite, conjuntivite, eczema, tosse e asma, que atacam principalmente as crianças.
É um microrganismo muito difuso; especialmente em colchões, alcatifas, cortinas e almofadas. Vive em colónias numerosíssimas: imagine que um grama de pó pode conter até 15.000 ácaros!
São os seus produtos biológicos - os alérgenos - que podem causar asma e erupções cutâneas nos indivíduos alérgicos. O único método para evitar que ocorra a alergia é eliminar, ou pelo menos reduzir ao máximo, a presença dos ácaros nos ambientes domésticos. 
Os ácaros não sobrevivem ao nível de temperatura e de pressão de Vaporetto e Vaporetto Lecoaspira. A eficácia do vapor Polti contra os ácaros foi rigorosamente comprovada por muitos estudos científicos, realizados por organismos internacionais.
 
 
 
 
Conselhos práticos para quem sofre de alergias:
  • Invista em almofadas anti-alérgicas;

  • Limpe sistematicamente o seu colchão;

  • Evite decoração excessiva no quarto, sobretudo carpetes e alcatifas;

  • Lave com regularidade os cortinados;

  • Não use prateleiras desnecessárias na casa-de-banho. Tudo o que possa armazenar pó é de evitar;

  • Tenha especial cuidado com o aspirador. Se o aspirador tiver filtro, peça a alguém que o retire com frequência e substitua;

  • Mande limpar o ar condicionado pelo menos uma vez por mês;

  • Sempre que possível, vá junto do mar e faça aspirações de água salgada. Se não pode, use em casa uma solução salina;

  • Se passa muito tempo exposto ao ar da rua, lave o seu cabelo diariamente;

  • Tome duche em vez de banhos de imersão. No caso de, a meio da noite, ter um ataque alérgico de tosse ou espirros, recorra ao duche que, além de o lavar de partículas irritativas, causa bem-estar e relaxa;

  • Use óculos de sol, especialmente em dias de vento;

  • Faça da sua casa e local de trabalho um local de não fumadores;

  • Durante a primavera, evite abrir as janelas de sua casa;

  • Faça, ou se puder mande fazer, todas as semanas uma limpeza geral à sua casa;

  • Não se exponha a fumos de lareira. O fumo da madeira queimada pode ser altamente prejudicial;

  • Evite cães e gatos. No caso de não poder ou não querer evitar, mantenha o animal o mais limpo possível e de pêlo raso; 

  • Tenha cuidado com detergentes, especialmente alguns detergentes da roupa que podem causar alergias.


Fonte: Sapo Saúde

 
Veja como a Polti ajuda a combater as alergias.

   

 


  

Parcerias
 

 
 

Aluguer de insuflaveis, festa de aniversário infantil, brinquedos, artigos para festas e brinquedos para bebe.


  

Siga-nos


  

Banner Adsense 728 x 90


  

Privacy Statement  |  Terms Of Use
Copyright 2009 by Portal do Electrodoméstico